Ibovespa fecha em leve queda na contramão de Nova York

O que acabou pesando para o lado negativo do Ibovespa nesta segunda foi a queda de ações de bancos e da Petrobras

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou o pregão desta segunda-feira em leve queda. Isso porque o índice acabou em um movimento contrário aos ganhos em Wall Street. Dessa forma, o que acabou pesando para o lado negativo foi a queda de ações de bancos e da Petrobras.

Em contrapartida, as bolsas no norte da América terminaram em valorização. Por lá, o que movimentou o mercado foi as ações do Twitter, depois que Elon Musk revelou sua participação na empresa, em meio a sinais de alerta no mercado de títulos e de possíveis novas complicações contra a Rússia por causa da guerra na Ucrânia.

Entre as notícias do dia, O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, acusou a Rússia de genocídio após alegações de valas comuns encontradas na cidade recapturada de Bucha, próxima a Kiev. A União Europeia declarou que planeja aplicar novas sanções a Moscou.

Aqui no Brasil, o Banco Central não divulgará o Boletim Focus hoje, nem o Fluxo Cambial na quarta, devido à greve dos servidores que pedem reajuste salarial.

No cenário corporativo, os investidores ficaram bem atentos à situação da Petrobras e de olho em seu próximo presidente, uma vez que Adriano Pires afirmou que não concorrerá à presidência da petroleira. Além disso, Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, decidiu renunciar à indicação para o conselho da Petrobras (PETR3; PETR4), alegando que pretende destinar mais tempo ao clube.

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em queda de -0,24%, cotado a 121.279,51 pontos.

dólar comercial fechou em queda de -1,27%, cotado a R$ 4,6081

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em alta. O S&P 500 fechou em valorização de +0,81% (4.582,62), o Nasdaq registrou alta de +1,90% (14.532,55), enquanto o Dow Jones encerrou o dia subindo em +0,30% (34.922,14).

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas