Biden diz que submarino de ataque nuclear aumentará segurança dos EUA

Com uma tripulação de 136 marinheiros, o Delaware é o 18º submarino de ataque rápido da classe Virginia, projetado para buscar e destruir submarinos inimigos

Em uma cerimônia pública, o presidente Joe Biden disse, neste sábado (2), que o USS Delaware, um submarino de ataque nuclear, aumentará a segurança nacional. Ele, contudo, não fez referência à turbulência global provocada pela invasão russa da Ucrânia. “Como comandante em chefe, acredito que é nossa obrigação sagrada como nação preparar e equipar as tropas que enviamos para o perigo, e cuidar delas e de suas famílias quando voltarem para casa”, disse ele a uma multidão de convidados em uma parte restrita do cais em Wilmington, no Eestado de Delaware.

Este último navio da Marinha a levar o nome de Delaware, disse o presidente em breves comentários, “faz parte de uma longa tradição de servir nossa nação com orgulho e fortalecer a segurança à nossa nação… Nós vamos. Na verdade, já está fazendo isso há algum tempo.”

Em abril de 2020, com a pandemia de coronavírus se espalhando pelos Estados Unidos, o Delaware foi comissionado enquanto estava submerso, o primeiro para um navio da Marinha. Desde então está em treinamento.

Após a cerimônia, o presidente fez um tour privado pelo Delaware. Ele não respondeu a perguntas de repórteres sobre a Ucrânia.

A primeira-dama Jill Biden é a madrinha do submarino, um papel destinado a trazer sorte ao navio. Durante seus comentários, ela exclamou: “Oficiais e tripulação do USS Delaware, equipem nosso navio e tragam-no à vida”.

O comissionamento de sábado ocorre em meio à guerra na Ucrânia e depois que Biden anunciou um plano orçamentário que propõe gastar US$ 795 bilhões em defesa, o que significaria um aumento para o Pentágono.

O líder da minoria no Senado, Mitch McConnell, R-Ky., disse que a proposta, na melhor das hipóteses, “deixará nossas forças armadas simplesmente na água” por causa da inflação. Mas alguns democratas progressistas reclamaram que era muito financiamento após a retirada das forças norte-americanas do Afeganistão, no verão passado.

Com uma tripulação de 136 marinheiros, o Delaware é o 18º submarino de ataque rápido da classe Virginia, projetado para buscar e destruir submarinos inimigos e navios de superfície, e pode disparar mísseis de cruzeiro Tomahawk, diz a Marinha.

O navio tem 377 pés de comprimento, pode mergulhar a profundidades superiores a 800 pés e operar a velocidades superiores a 25 nós submersos. O submarino também foi projetado para operar por mais de três décadas sem precisar reabastecer, de acordo com um comunicado de imprensa do Departamento de Defesa.

Esta é a primeira vez em um século que o nome “Delaware” é usado para um navio da Marinha, de acordo com um comunicado do Departamento de Defesa, e marca o sétimo navio da Marinha com o nome do estado que Biden representou no Senado por 36 anos antes de seu mandato. como vice-presidente e presidente.

Compartilhe:

Matérias relacionadas