“Queda do S&P gerou oportunidade para quem quer investir nos EUA”, avalia estrategista

Em relação às empresas estrangeiras e a divulgação dos resultados, o estrategista destacou que a expectativa que se tem para o ano de 2022 já era de uma desaceleração do crescimento de lucros
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

No estúdio da BM&C News, o estrategista-chefe da Avenue, William Castro Alves, avaliou o impactos da inflação e guerra envolvendo Rússia e Ucrânia no cenário americano. “Essa queda recente do S&P junto com o câmbio, que para o brasileiro está mais atrativo, gerou uma oportunidade interessante para quem gostaria de investir nos Estados Unidos”, disse nesta sexta-feira (1º).

O S&P 500 chegou a acumular perdas de mais de 13% entre o pico alcançado no mês de janeiro e o início de março. No entanto, conseguiu subir e fechar a sessão, na semana passada, em alta de cerca de 11% em relação à mínima, entrando e depois saindo do território de correção no mesmo mês.

Em relação às empresas estrangeiras e a divulgação dos resultados, o estrategista destacou que a expectativa que se tem para o ano de 2022 já era de uma desaceleração do crescimento de lucros.

“Para 2022 esperava uma inflexão menor, as empresas já voltaram a se recuperar, já tinham tido um crescimento e a inflação veio para atrapalhar isso”, avaliou William.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas