“Brasil tem vantagens competitivas comparadas a seus pares”, diz gestor educacional

Na análise, Gilvan lembrou que o fluxo estrangeiro tende a respeitar a tendência

Nesta sexta-feira (1º), o Ibovespa opera em alta e passou dos 120 mil pontos. Em Nova York, os índices também registram sinais positivos. O S&P 500 teve alta de 0,44%, o Nasdaq subiu 0,43%, enquanto o Dow Jones avançou 0,49% nesta manhã. Para o gestor educacional da Órama, Gilvan Bueno, a Bolsa brasileira se sobressai em relação a outros países.

“O Brasil tem um lado muito positivo pela taxa de juros alta, por ser um grande produtor de commodities e, principalmente, por esse novo desenho de distribuição, o Brasil tem vantagens competitivas comparadas a seus pares”, disse em entrevista à BM&C News. 

Na análise, o especialista destacou que os investidores optam pelo país por possuir reservas. 

“O Brasil sacrifica o longo prazo em prol do curto prazo, mas isso acaba ajudando o Brasil a atravessar alguns anos de muito otimismo”, avaliou.

Além disso, Gilvan lembrou que o fluxo estrangeiro tende a respeitar a tendência. Com isso, disse que, por mais que o Ibovespa esteja em 120 mil pontos e atraente para os investidores, têm um fluxo muito forte.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas