“Os países europeus ficam em uma situação extremamente grave”, diz professor sobre o pagamento de gás natural em rublo

O presidente russo deseja vender gás para “países hostis” em rublos
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou na última semana que a Rússia vai começar a vender gás para “países hostis” em rublos, depois de um congelamento de ativos realizado por nações estrangeiras destruir a confiança em Moscou.

O professor de economia política internacional, Marcos Cordeiro Pires, destacou que esta situação é bastante preocupante para os países europeus, dado que eles não têm a opção de encontrar outro fornecedor como a Rússia. “Os países europeus ficam em uma situação extremamente grave”.

Em participação no BM&C News, o professor afirmou que isso cria um impasse em como resolver essa situação, se não pode utilizar dólar, o vendedor quer a moeda dele. “Seria complicado os europeus abandonarem parte das sanções”.

Nesse sentido, Pires ainda destacou que principalmente a Alemanha será prejudicada, que é a grande máquina produtora e exportadora na Europa. “Como a Alemanha poderia sobreviver sendo que 40% do seu fornecimento depende da Rússia”.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas