SUZB3 e KLBN4: “cases bastante interessantes do ponto de vista estrutural”, diz investidor profissional

Thiago Ribeiro afirmou que as duas companhias lucram ainda mais quando o Brasil vai mal

O investidor profissional e consultor de investimentos, Thiago Ribeiro, ao analisar se Suzano (SUZB3) e Klabin (KLBN4) são empresas que valem a pena investir, afirmou que do ponto de vista estrutural são cases bastante interessantes. “Até porque, no Brasil as duas empresas são super competitivas na produção de celulose”.

Entre os fatores que interessam Ribeiro, as duas companhias não carregam risco Brasil,  principalmente, a Suzano. “Isso porque, o custo de produção é em real e a receita é em dólar, logo se o Brasil for mal normalmente o dólar se valoriza frente ao real”, explicou. 

Além disso, o consultor financeiro destacou que as duas empresas são donas de terras, que é uma riqueza perene, a Suzano por exemplo, tem 1,5 milhão de hectares de floresta, pontuou Ribeiro.

“A demanda pela celulose tende a crescer bastante, tanto no ponto de vista de crescimento populacional, aumento de renda”, finalizou o investidor profissional.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas