Confiança da indústria cai em março, mostra FGV

O resultado foi influenciado por uma piora tanto das avaliações sobre a situação atual quanto das perspectivas para os próximos meses.

Índice de Confiança da Indústria (ICI)  caiu 1,7 ponto em março, para 95,0 pontos, o menor nível desde julho de 2020 (89,8 pontos), de acordo com dados da FGV (Fundação Getulio Vargas) divulgados nesta terça-feira (29). Essa foi a oitava queda seguida do indicador. 

O resultado de março foi influenciado por uma piora tanto das avaliações sobre a situação atual quanto das perspectivas para os próximos meses.

O Índice Situação Atual (ISA) recuou 1,1 ponto, para 97,4 pontos, menor valor desde julho de 2020 (89,1 pontos). O Índice de Expectativas (IE) caiu 2,1 pontos para 92,8 pontos, menor patamar também desde julho de 2020 (90,5 pontos). 

Após uma espetacular recuperação do choque da primeira onda de covid, quando se beneficiou da forçosa redução da demanda por serviços, a indústria segue a tendência de redução dos níveis de confiança iniciada no segundo semestre do ano passado. Chama atenção no mês o aumento do pessimismo quanto à evolução da produção e da situação geral dos negócios nos próximos meses. Concorrem para isso a perda de força da demanda interna, a alta dos juros e, em março, a reposição de estoques industriais, que andavam muito abaixo do desejável há alguns meses” comenta Aloisio Campelo Jr., economista do FGV IBRE.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas