“A Europa está em uma negociação difícil pela dependência”, diz analista sobre o conflito

O analista afirmou que 37% do gás que a Europa importa vem da Rússia, ou seja, é um grande dependente

Nesta quinta-feira (24), acontecerá três reuniões de lideranças do Ocidente para discutir as medidas contra o conflito na Ucrânia, em Bruxelas, na Bélgica.

O analista da Reach Capital, Pedro de Marco, afirmou que a Europa está em uma posição difícil para negociações em relação ao conflito, devido à sua grande dependência. “A Europa está em uma negociação difícil pela dependência”.

Nesse sentido, o analista destacou que é muito evidente a grande dependência da Europa na sua matriz energética a partir de combustíveis fósseis, principalmente da Rússia. “37% do gás que a Europa importa vem da Rússia, ou seja, é um grande dependente”, destacou.

Portanto, Pedro de Marco explicou que é uma negociação muito difícil, porque se eles apoiarem a economia está em uma incerteza muito grande, porque a Europa depende da energia da Rússia. “Logo, toda essa incerteza cria ainda mais dificuldade para uma solução para a guerra”, finalizou.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas