Telegram: “Não cabe ao Moraes prestar uma decisão de censura à nossa liberdade de expressão”, diz cientista político

O professor destacou que a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal excedeu as suas capacidades constitucionais

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o Telegram seja bloqueado no Brasil. O pedido foi feito pela Polícia Federal, após a plataforma não atender a decisões judiciais para bloqueio de perfis que foram acusados de disseminar informações falsas. 

Para o cientista político e professor de Relações Internacionais, Christopher Mendonça, a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal excedeu as suas capacidades constitucionais. 

“Não cabe ao ministro do STF, de forma individualizada, prestar uma decisão de censura à nossa liberdade de expressão e comunicação”, destacou o professor. 

Nesse sentido, Mendonça afirmou que na sua visão, foi um erro muito grande do ministro. Ainda disse que espera que seja revisada pelo Supremo Tribunal Federal. “Nós sabemos que existe muita fake news na internet, mas isso não deve ser combatido impedindo os mecanismos de comunicação”, finalizou o professor.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas