Reino Unido diz que há evidências muito fortes de que Putin está por trás de crimes de guerra na Ucrânia

Na quarta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, chamou Putin de criminoso de guerra em comentários que o Kremlin disse serem "imperdoáveis"

O Reino Unido disse nesta quinta-feira que há “evidências muito, muito fortes” de crimes de guerra cometidos na Ucrânia e que o presidente russo, Vladimir Putin, está por trás deles, mas não chegou a chamá-lo de criminoso de guerra.

Na quarta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, chamou Putin de criminoso de guerra em comentários que o Kremlin disse serem “imperdoáveis”.

Questionada se o Reino Unido estaria preparado para ecoar essas observações, a secretária de Relações Exteriores britânica, Liz Truss, disse à rádio BBC:

“Há evidências muito, muito fortes de que crimes de guerra foram cometidos e que Vladimir Putin está por trás deles.”

“Em última análise, é uma questão para o Tribunal Penal Internacional decidir quem é ou não é um criminoso de guerra, e para nós apresentarmos as provas.”

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas