Diretor Executivo da ActivTrades após “acertar” previsão sobre guerra na Ucrânia: “Gostaria de ter me enganado”

Ricardo ressaltou ainda que, com a guerra na Ucrânia, a tensão entre os Estados Unidos e a China pode aumentar
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Em janeiro deste ano, quando perguntado sobre as maiores preocupações para 2022, Ricardo Evangelista, diretor executivo da ActivTrades Europe, ‘acertou’ a previsão sobre a invasão da Ucrânia pela Rússia. 

“Risco de conflito militar de larga escala entre a Rússia e a Ucrânia; a concretizar-se, este cenário seria extremamente desestabilizador em termos do equilíbrio geopolítico global, particularmente penalizador para o apetite pelo risco e positivo para os ativos de refúgio, como o ouro”, disse na época ao Executive Digest.

Em entrevista ao BM&C News, nesta quarta-feira (16), Ricardo afirmou que gostaria de ter se enganado. “Gostaria de ter me enganado. Infelizmente, parece que acertei em alguns pontos”, destacou. 

Para Ricardo, é pouco provável que o conflito se arraste por muito mais tempo. “A Rússia não tem capacidade logística para manter esse nível de conflito”, pontuou. Além disso, o diretor disse que o país russo não está conseguindo atingir os seus objetivos militares. 

Ricardo ressaltou ainda que, com a guerra na Ucrânia, a tensão entre os Estados Unidos e a China pode aumentar, o que também estava na sua lista de preocupações para 2022.

Confira a entrevista na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas