Ibovespa fecha em queda na contramão das bolsas norte-americanas

Investidores permanecem receosos enquanto aguardam os próximos passos da política monetária brasileira

O Ibovespa encerrou o pregão desta terça-feira (15) em queda, na contramão da variação positiva dos indicadores de Wall Street. No cenário interno, os investidores estão receosos enquanto aguardam os próximos passos da política monetária brasileira. Amanhã, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) divulgará a nova taxa básica de juros do país.

Os investidores também acompanham o crescimento de novos casos de Covid-19 na China. Na Ásia, as Bolsas fecharam majoritariamente em baixa, repercutindo o lockdown em grandes cidades como Xangai e Shenzhen. Só o índice Nikkei ficou em leve alta de +0,15%.

Nos EUA as bolsas fecham em alta. Por lá, o mercado segue acompanhando os desdobramentos do conflito entre a Rússia e a Ucrânia, especialmente em meio à quarta rodada de negociações entre os dois países. Além disso, as decisões monetárias do Federal Reserve (Fed) também movimentam os investimentos nos Estados Unidos.

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em queda de -0,88%, cotado a 108.959,30 pontos.

dólar comercial fechou em leve alta de +0,76%, cotado a R$ 5,1591

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em alta. O S&P 500 fechou em valorização de +2,15% (4.262,73), o Nasdaq registrou alta de +2,92% (12.948,62), enquanto o Dow Jones encerrou o dia subindo em +1,82% (33.545,92).

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas