Despesas financeiras esvaziam lucro da Yduqs (YDUQ3) no 4º tri

A receita líquida da companhia ainda cresceu 9,1% no período, em comparação anual, para 1,05 bilhão de reais

O grupo de educação privada Yduqs (YDUQ3) praticamente zerou o lucro no quarto trimestre, uma vez que o aumento da receita e o controle de custos foram ofuscados pela piora das contas financeiras, em meio à elevação dos juros.

A companhia anunciou nesta terça-feira que teve lucro líquido ajustado de 2,2 milhões de reais de outubro a dezembro, queda de 97,6% sobre um ano antes. O resultado também foi bem mais fraco do que a previsão média de analistas consultados pela Refinitiv, de 99,3 milhões de reais.

A receita líquida da companhia ainda cresceu 9,1% no período, em comparação anual, para 1,05 bilhão de reais, em ritmo superior ao custo dos serviços prestados, que evoluiu 4,8%.

O resultado operacional da Yduqs medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda) evoluiu 77,1% ante mesma etapa de 2020, para 202,3 milhões de reais. Ainda assim, ficou menor do que a previsão média, de 332,2 milhões de reais, segundo a Refinitiv. A margem Ebitda deu um salto de 7,4 pontos percentuais, a 19,3%.

A última linha do balanço foi pressionada pelo resultado financeiro, que piorou 41,1%, para 150,2 milhões de reais negativos, refletindo entre outros fatores os juros mais altos que incidiram sobre a dívida.

A base total de alunos da Yduqs fechou 2021 em 1,24 milhão, 63,1% a mais em 12 meses.

Em documento separado, a Yduqs projetou que terá captação de 30% a 50% maior de alunos do ensino presencial no primeiro trimestre deste ano em relação à mesma etapa de 2021. Para o Ensino digital, a estimativa é de alta de 50% a 60%. Em ambos os casos, porém, a companhia espera queda no ticket médio (até 5% no presencial, até 10% no digital).

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas