VIIA3, MGLU3: varejo já estava “ladeira abaixo” antes da guerra, diz analista

O analista pontuou que com a taxa básica de juros, Selic, em 10,75%, acaba encarecendo o crédito para o público-alvo consumidor dessas companhias

O setor de varejo já vinha de um cenário mais difícil e com a crise geopolítica, envolvendo a Rússia e Ucrânia, não consegue se recuperar. “O varejo já estava sendo punido no mercado, as cotações antes mesmo de qualquer confronto entre Ucrânia e Rússia já estava ladeira abaixo, como é o exemplo de Via (VIIA3) e Magalu (MGLU3)”, disse o analista, Rob Corrêa, à BM&C News.

No entanto, para o grafista, as companhias não são as principais culpadas e sim o encarecimento do crédito.

“Quando a gente fala das grandes pessoas que acabam comprando na Magalu e na Via, elas não compram seus produtos à vista, elas utilizam financiamento para adquirir. Então, tem uma taxa de juros embutida nessa história”, avaliou Rob.

O analista pontuou que com a taxa básica de juros, Selic, em 10,75%, acaba encarecendo o crédito para o público-alvo consumidor dessas companhias.

“Nesse momento o cenário é realmente delicado e exige atenção dos investidores, porque ainda pode ter um pouco mais de tormento pela frente antes de começar a melhorar”, avaliou.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas