Rússia diz que situação humanitária na Ucrânia está em rápido declínio e culpa Kiev, segundo RIA

Mizintsev, que afirmou que as forças russas estavam obedecendo os cessar-fogo, disse que as forças ucranianas haviam minado bairros residenciais e destruído pontes e estradas

Uma autoridade sênior do Ministério da Defesa da Rússia afirmou neste sábado que a situação humanitária na Ucrânia continua se deteriorando rapidamente e culpou as ações dos soldados ucranianos, segundo a agência de notícias RIA.

Tropas russas cercaram várias cidades ucranianas e relatos de testemunhas oculares denunciam fortes bombardeios. A Ucrânia reclamou repetidas vezes que as forças russas nem sempre respeitam os cessar-fogo acertados para que civis possam ser retirados por meio de corredores humanitários.

“A situação humanitária na Ucrânia, infelizmente, continua a piorar rapidamente, e em algumas cidades atingiu proporções catastróficas”, disse Mikhail Mizintsev, chefe do Centro de Controle de Defesa Nacional da Rússia, segundo a agência RIA.

Mizintsev, que afirmou que as forças russas estavam obedecendo os cessar-fogo, disse que as forças ucranianas haviam minado bairros residenciais e destruído pontes e estradas.

Autoridades russas já acusaram as forças ucranianas de bombardear seu próprio povo e depois tentar culpar Moscou, acusações rechaçadas por Kiev e nações ocidentais.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas