Zelensky diz estar aberto a encontro com Putin, mas só se houver cessar-fogo

Zelensky acrescentou que Bennett o informou sobre suas conversas com Putin, acrescentando que não pode compartilhar detalhes

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou neste sábado, 12, que está aberto a ter conversas com o presidente russo, Vladimir Putin, em Israel, mas apenas se houver um cessar-fogo em vigor. Zelensky afirmou ter dito ao primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, que estaria pronto para se encontrar com Putin em Jerusalém. Bennett visitou Moscou para uma reunião com Putin e conversou repetidamente com Zelensky e os líderes de França e Alemanha enquanto tentava ajudar a mediar o fim da guerra.

Zelensky acrescentou que Bennett o informou sobre suas conversas com Putin, acrescentando que não pode compartilhar detalhes.

Falando em uma entrevista coletiva, o líder ucraniano ressaltou que os russos poderiam tomar a capital ucraniana “somente se matarem a todos nós”. “Se esse é o objetivo deles, que venham”, disse ele. “Se eles realizarem bombardeios de tapete e apagarem a memória histórica de toda a região, a história da Rússia de Kiev, a história da Europa, eles poderiam entrar em Kiev, mas eles terão que partir naquela terra sozinhos, certamente sem nós”, comentou. “Mesmo que tragam um milhão de russos aqui, eles não podem ocupar a Ucrânia”, acrescentou.

Zelensky novamente lamentou a recusa da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em declarar uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia, apesar de seus repetidos apelos. Ele disse que a Ucrânia procurou maneiras de adquirir ativos de defesa aérea, mas não mencionou nenhum detalhe. Fonte: Associated Press.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas