“O estoque dentro dos postos de combustíveis é com o preço anterior”, diz Gustavo Almeida sobre o aumento de preço

Na tarde desta quinta-feira (10), vários postos de combustíveis já haviam reajustado o valor

Nesta sexta-feira (11), é o dia oficial do aumento dos preços dos combustíveis. Na tarde de ontem (10),  muitos brasileiros correram para os postos para abastecerem seus veículos antes do reajuste, formando filas quilométricas. 

Vale destacar que, na tarde desta quinta-feira, vários postos de combustíveis já haviam reajustado o valor, antes mesmo do reajuste nas refinarias.

O analista, Gustavo Almeida, explicou que esse movimento das bombas é interessante para entendermos como funcionam os mercados. Visto que, o estoque dentro dos postos de combustíveis está com o preço anterior.

No entanto, Almeida afirmou que a partir do momento em que a narrativa está feita e todos aceitam ela, algumas pessoas já antecipam essa movimentação. “Isso é o que gera as distorções dos preços nos mercados como um todo”, destacou o analista. 

Gustavo ainda ressaltou que os donos dos postos de combustíveis estão tirando proveito da situação. Uma vez que a gasolina que esses postos estão vendendo, ainda está sem o reajuste. “O efeito inflacionário acontece porque os participantes de suas individualidades têm seus medos e suas ganâncias”, finalizou o analista.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas