Santander libera € 32 bi em financiamento verde em 2021 e mantém meta até 2025

Na quarta-feira, 9, o banco espanhol anunciou um acordo global com a italiana Enel para apoiar clientes na transição para energia limpa

O Santander (SANB11) informou nesta quinta-feira, 10, que concedeu mais de € 32 bilhões em financiamentos verdes no ano passado. Com € 65,700 bilhões liberados nos últimos três anos, o conglomerado espanhol reiterou a meta de alcançar a marca de € 120 bilhões em crédito para apoiar negócios sustentáveis até 2025.

O banco prometeu divulgar novas metas de descarbonização para os setores de petróleo e gás, mineração e metais e aviação em setembro deste ano e para financiamentos imobiliários, imóveis e fabricação de automóveis, no primeiro trimestre de 2024.

Em 2021, o Santander ajudou a financiar ou assessorou projetos de energia renovável com capacidade instalada de 13.604 MW (megawatt). Assim, disse, evitou a emissão de 251 milhões de toneladas de CO2.

“Os projetos renováveis financiados têm capacidade de geração de energia equivalente ao consumo anual de 9,2 milhões de residências”, comparou o banco espanhol.

Para fazer frente à demanda por financiamentos sustentáveis, o Santander já lançou seu terceiro bônus verde, no valor de € 1 bilhão para financiar projetos de energia eólica e solar.

Iniciativas ESG

Na quarta-feira, 9, o banco espanhol anunciou um acordo global com a italiana Enel para apoiar clientes na transição para energia limpa.

A divulgação ocorreu um dia depois de o Santander anunciar, por meio da sua matriz, na Espanha, a aquisição de 80% da WayCarbon, consultoria líder em ESG, sigla em inglês, para práticas ambientais, sociais e de governança corporativa.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas