Rússia diz que abrirá corredores em 5 cidades ucranianas, segundo agências

Segundo a RIA, autoridades afirmaram que o lado ucraniano teria que fornecer listas de pessoas e números de registro de veículos antes que os corredores fossem abertos

O Ministério da Defesa russo vai declarar um cessar-fogo, na sexta-feira (11), e abrir corredores humanitários para retirada de ucranianos em cinco cidades, informaram as agências de notícias RIA e Interfax, nesta quinta-feira (10).

De acordo com as agências, Mikhail Mizintsev, chefe do Centro de Controle de Defesa Nacional da Rússia, afirmou que as pessoas podem viajar para a Rússia ou outras cidades na Ucrânia.

“A partir das 10h, horário de Moscou (4h em Brasília) de 11 de março de 2022, a Federação Russa declarará um ‘regime de silêncio’ e está pronta para fornecer corredores humanitários”, disse Mizintsev em comunicado, segundo a Interfax.

As cinco cidades são Kiev, Sumy, Kharkiv, Mariupol e Chernihiv. Autoridades ucranianas reclamam que os russos quebraram os termos de acordos anteriores, enquanto Moscou acusa as forças ucranianas de interromper as operações.

Nem um único civil conseguiu deixar Mariupol nesta quinta-feira, pois as forças russas não respeitaram um cessar-fogo temporário para permitir as retiradas, disse a vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, em rede nacional de TV.

Segundo a RIA, autoridades afirmaram que o lado ucraniano teria que fornecer listas de pessoas e números de registro de veículos antes que os corredores fossem abertos.

As conversações entre os ministros das Relações Exteriores da Ucrânia e da Rússia na quinta-feira não trouxeram qualquer alívio ao conflito de duas semanas, enquanto centenas de milhares de civis permaneceram retidos em cidades ucranianas que estão sob ataques aéreos e bombardeios russos.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas