Destaques da Bolsa: Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3) sobem 3%; Embraer (EMBR3) despenca quase 15%

Confira os destaques desta quinta-feira (10)

O Ibovespa fechou em queda, nesta quinta-feira (10), com dados de inflação nos Estados Unidos. O mercado segue atento aos conflitos entre Rússia e Ucrânia. 

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em queda de 0,21%, cotado a 113.663,13 pontos.

As ações da Petrobras (PETR3;PETR4) tiveram alta de 2,80% e 3,50%, após a companhia anunciar reajuste nos preços de combustíveis. 

Ainda entre os destaques positivos, Gerdau (GGBR4) subiu 4,61%, liderando as altas do índice. 

Mesmo com o recuo do minério de ferro, a Vale (VALE3) registrou ganhos de 3,30%. 

Embraer (EMBR3) despencou 14,93,%, Natura (NTCO3) caiu 9,30%, Via (VIIA3) teve perdas de 4,11% e CSN (CSNA3) recuou 1,68%. Ambas as empresas divulgaram, na última quarta-feira (9), os resultados do quarto trimestre de 2021. 

Os papéis de viagem e turismo também operam em queda. CVC (CVCB3) caiu 3,89%, Gol (GOLL4) -4,95% e Azul (AZUL4) -3,88%. 

Confira os destaques desta quinta-feira: 

Petrobras (PETR3;PETR4) 

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira que elevará os preços do diesel em cerca de 25% em suas refinarias, enquanto os valores da gasolina deverão subir quase 19%, na esteira dos ganhos nas cotações do petróleo no mercado internacional em função da guerra na Ucrânia.

A Petrobras afirmou que aumentará o preço do diesel para 4,51 reais o litro, ante 3,61 reais o litro. No caso da gasolina, o valor passará a 3,86 reais o litro, ante 3,25 reais, ambos vigorando a partir de sexta-feira.

A empresa afirmou ainda que o preço médio de venda do GLP (gás de cozinha) para as distribuidoras passará de 3,86 reais para 4,48 reais por kg.

Embraer (EMBR3) 

A Embraer  informou lucro líquido de R$ 327,2 milhões para o quarto trimestre de 2021, revertendo prejuízo de R$ 70,3 milhões sofrido um ano antes.

O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 625,6 milhões, ante R$ 924,7 no quarto trimestre de 2020.

A receita líquida do quarto trimestre somou R$ 7,2 bilhões, queda anual de 25%. Analistas, em média, esperavam faturamento de R$ 4,95 bilhões, segundo dados da Refinitiv.

Via (VIIA3)

A Via registrou lucro líquido de R$ 125 milhões no quarto trimestre de 2021, queda de 73,4% em relação ao mesmo período de 2020.

No ano, o lucro líquido foi de R$ 538 milhões, avanço de 32,2% na comparação anual.

A receita líquida ficou em R$ 8,1 bilhões no quarto trimestre de 2021. O número representa recuo de 14,2% ante o mesmo trimestre do ano anterior.

Já o Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da Via somou R$ 734 milhões, crescimento de 6,7% quando comparado com o 4T21.

Natura (NTCO3) 

A Natura&Co divulgou nesta quarta-feira forte alta no resultado do quarto trimestre sobre um ano antes, impulsionada por reestruturação e captura de sinergias com a integração da Avon mais rápido que o esperado.

A companhia teve lucro líquido de 695,4 milhões de reais de outubro a dezembro, superando previsões de analistas de resultado positivo em 161 milhões, segundo dados da Refinitiv.

A empresa, que detém ainda as marcas The Body Shop e Aesop, teve receita líquida de 11,6 bilhões de reais, queda de 3% sobre o quarto trimestre de 2020. Porém, o desempenho ficou praticamente em linha com a expectativa média de analistas de 11,5 bilhões de reais.

O presidente-executivo da Natura, Roberto Marques, afirmou que a companhia suspendeu por ora os planos para migrar sua listagem primária para a bolsa de Nova York em meio à volatilidade dos mercados exacerbada pela guerra na Ucrânia.

CSN (CSNA3)

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) registrou no quarto trimestre de 2021 lucro líquido de R$ 1,061 bilhão, queda de 73% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Em relação ao terceiro trimestre, houve perda de 20%.

No ano, no entanto, o lucro líquido atingiu R$ 13,596 bilhões, um avanço de 217% em relação a 2020 reflexo, segundo a companhia do forte desempenho operacional, além do reflexo do ganho na oferta pública de ações da CSN Mineração e das vendas de parte das ações da Usiminas.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado atingiu R$ 34,727 bilhões entre outubro e dezembro de 2021, queda de 21% na comparação com o quarto trimestre de 2020. 

Já a receita líquida ficou em R$ 10,361 bilhões no quarto trimestre, alta de 6% em relação ao quarto trimestre de 2020 e avanço de 1,1% na comparação com o trimestre imediatamente anterior.

Com Reuters e Estadão Conteúdo

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas