Carteira recomendada do Santander teve melhor desempenho em fevereiro, segundo estudo

De acordo com o relatório, das oito carteiras recomendadas, somente Nu Invest e da ModalMais

A carteira recomendada do Santander (SANB11) foi campeã do mês de fevereiro, com rentabilidade de 3,81%, segundo o Ranking Grana Capital de Ações Recomendadas. No período, o Ibovespa subiu 0,89%.

Em segundo lugar ficou o portfólio da XP Investimentos, com 3,30%, seguido pelo Banco do Brasil (BBAS3), com 1,67%. 

O ranking inclui as carteiras publicamente recomendadas de oito das dez maiores corretoras do país. O ranking de fevereiro foi composto pelas seguintes instituições: XP Investimentos, Nu Invest, Inter, Banco do Brasil, Ibovespa, Itaú, ModalMais, Rico e Santander. 

De acordo com o relatório, das oito carteiras recomendadas, somente Nu Invest e da ModalMais tiveram desempenho negativo de -1,04% e -5,18%, respectivamente. Entre as ações sugeridas, a que mais subiu foi a da CBA (CBAV3), com variação positiva de 15,11%. Já a que mais caiu foi a Trisul (TRIS3), com queda de 19,78%. 

A carteira do Santander foi beneficiada pela alta de 14,11% da Vale (VALE3). Enquanto a da XP, que ficou em segundo lugar, foi puxada pelos bons resultados da CBA (CBAV3). 

As ações que mais se repetiram nas carteiras foram Vale (VALE3), com alta de 14,11%, que apareceu em cinco recomendações; e Petrobras (PETR4), com variação positiva de 5,1%, que figurou em quatro recomendações. Localiza (RENT3), com queda de 1,84%, BTG (BPAC11), com rentabilidade de 6,29%, e Banco do Brasil (BBAS3), que apresentou alta de 7,81%, apareceram em três carteiras. 

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas