Brasil criará entre 1,5 milhão e 2 milhões de empregos formais em 2022, projeta ministro do Trabalho

De acordo com o ministro, o governo lançará na próxima semana um programa de microcrédito digital simplificado, direcionado a trabalhadores informais. Ele não detalhou o programa

O ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta quinta-feira que o Brasil deve gerar entre 1,5 milhão e 2 milhões de empregos formais em 2022, ao criticar analistas que fazem “previsões pessimistas”.

“A turma do ‘mas’ e das previsões pessimistas vai quebrar a cara de novo. Muita gente no mercado está dizendo que o Brasil vai gerar não mais que um milhão de empregos no ano, vão quebrar a cara de novo”, disse.

Em janeiro, o Brasil abriu 155,2 vagas formais de trabalho, 39% a menos que o observado no mesmo mês de 2021 e abaixo das expectativas de mercado, apontaram dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Lorenzoni comemorou os números do mês, ressaltando que houve criação de vagas na maior parte dos setores, exceto no comércio, que é afetado pelo encerramento das festas de fim de ano.

“Ainda fomos impactados no mês de janeiro pelas demissões que têm origem em empregos temporários”, afirmou.

De acordo com o ministro, o governo lançará na próxima semana um programa de microcrédito digital simplificado, direcionado a trabalhadores informais. Ele não detalhou o programa.

Também sem dar mais detalhes, Lorenzoni afirmou que outra medida está em preparação no ministério para gerar renda e oportunidades de emprego.

Compartilhe:

Matérias relacionadas