Natura tem forte alta no lucro do 4º tri

A Natura teve lucro líquido de 695,4 milhões de reais de outubro a dezembro, superando previsões de analistas de resultado positivo em 161 milhões, segundo dados da Refinitiv

A Natura&Co (NTCO3) divulgou nesta quarta-feira forte alta no resultado do quarto trimestre sobre um ano antes, impulsionada por reestruturação e captura de sinergias com a integração da Avon mais rápido que o esperado.

A companhia teve lucro líquido de 695,4 milhões de reais de outubro a dezembro, superando previsões de analistas de resultado positivo em 161 milhões, segundo dados da Refinitiv.

A empresa, que detém ainda as marcas The Body Shop e Aesop, teve receita líquida de 11,6 bilhões de reais, queda de 3% sobre o quarto trimestre de 2020. Porém, o desempenho ficou praticamente em linha com a expectativa média de analistas de 11,5 bilhões de reais.

O presidente-executivo da Natura, Roberto Marques, afirmou que a companhia suspendeu por ora os planos para migrar sua listagem primária para a bolsa de Nova York em meio à volatilidade dos mercados exacerbada pela guerra na Ucrânia.

“Por conta de tudo que está acontecendo, expectativa de um mercado muito volátil, com muita incerteza…talvez não seja o momento fazer isso agora”, disse o executivo.

Marques também afirmou que a Natura&Co espera um primeiro semestre desafiador por causa da incerteza criada pela invasão da Ucrânia e que a companhia está reduzindo gastos para enfrentar o cenário.

O executivo disse ainda que a Natura&Co suspendeu exportações da fábrica da Avon na Rússia e que está transferindo a produção para fábrica na Polônia. As operações das lojas The Body Shop e Aesop na Rússia também foram suspensas.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas