Ibovespa acompanha bolsas em NY e fecha no azul

Ibovespa foi impulsionado por esperanças sobre o fim da guerra e o posicionamento do Ministério da Economia sobre o preço da gasolina
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

O Ibovespa fechou o pregão desta quarta-feira (9) em alta, acompanhando o mercado externo, que também subiu. Segundo Rob Correa, analista de investimentos CNPI e autor do livro “Guia Do Investidor de Sucesso no Longo Prazo”, a esperança do fim da guerra no leste europeu repercutiu positivamente e acabou levantando o ânimo dos investidores hoje.

As falas do presidente da Ucrânia indicando uma possível desistência de entrar na OTAN e uma rendição à Rússia fizeram com que as ações apresentassem forte valorização nas bolsas do mundo todo.

No mercado doméstico especificamente, não foi só a possibilidade de fim da guerra que levantou o mercado. Isso porque, o posicionamento do Ministério da Economia sobre o preço da gasolina também agradou os investidores. Como o petróleo disparou desde o início da guerra, alguns integrantes do governo e do Congresso estavam conversando sobre um congelamento dos preços dos combustíveis através da Petrobras.

O Ministro da Economia, Paulo Guedes garantiu que não haverá congelamento nos valores dos combustíveis, o que foi uma fala positiva. A fala foi muito bem recebida pelo Ibovespa, pois, em caso de congelamento, o custo da alta do petróleo seria bancado pela Petrobras, impactando nos lucros da empresa e, consequentemente, na participação dos investidores.

Nos EUA, os principais índices de Wall Street também fecharam em forte alta. Os investidores focaram na compra de papéis dos setores bancário e de tecnologia, que sofreram fortes perdas nesta semana devido a preocupações com as consequências da crise na Ucrânia. Em suma, o ânimo do mercado melhorou, principalmente, com a trégua no rali do petróleo.

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em alta de +2,43%, cotado a 113.900,34 pontos.

dólar comercial fechou em queda de -0,84%, cotado a R$ 5,0106

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em alta. O S&P 500 fechou em valorização de +2,57% (4.277,86), o Nasdaq registrou alta de +3,59% (13.255,55), enquanto o Dow Jones encerrou o dia subindo +2,00% (33.285,29).

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas