Embraer suspende fornecimento de peças para a Rússia e Belarus em cumprimento às sanções

Apesar disso, informou que busca novas fontes para o fornecimento do material.

A Embraer (EMBR3) suspendeu o fornecimento de peças, manutenção e suporte técnico a clientes nas regiões da Rússia, de Belarus e de certas regiões da Ucrânia para cumprir determinadas sanções impostas a esses locais, conforme informou em comunicado nesta quarta-feira (9).

A companhia destacou também que não há preocupação imediata com a disponibilidade de titânio em sua cadeia de suprimentos, “tendo em vista a forte posição de seus estoques no momento”. Apesar disso, informou que busca novas fontes para o fornecimento do material.

“A companhia continuará a monitorar sua cadeia de suprimentos e a buscar fontes alternativas de fornecimento de titânio”, comenta a Embraer, em nota enviada a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Compartilhe:

Matérias relacionadas