Companhias aéreas vão ter muito mais do que 5% de oscilação ao longo do ano, avalia estrategista

Gustavo Cruz, estrategista da RB Investimentos, disse que o cenário será muito prejudicial para as companhias do setor

Na última terça-feira (8), o setor aéreo lideraram as altas, com destaque para a Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4). No entanto, para Gustavo Cruz, estrategista da RB Investimentos, o cenário será muito prejudicial para as companhias do setor.

Em entrevista à BM&C News, o especialista disse que é bem provável que as companhias aéreas irão ter muito mais do que 5% de oscilação.

“Quando você pensa em perfil do investidor, mesmo que goste de Bolsa, é preciso ser mais agressivo ainda para gostar de aéreas, porque vai ser um setor que vai oscilar bastante ao longo do ano”, avaliou.

Gustavo explicou que o que atrapalha as aéreas são os custos de combustíveis. Isso acontece em razão das empresas muitas vezes venderem a passagem com antecedência, mas o preço do combustível no dia em que o passageiro vai embarcar já não é o mesmo e isso gera custos extras.

“Elas tem que ficar recorrentemente fazendo uma proteção para evitar esse tipo de oscilação”, pontuou.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas