Com alta do preço do petróleo, empresas menores do setor são mais interessantes que Petrobras (PETR3;PETR4), diz investidor profissional

Kawamoto avaliou o cenário eleitoral de incerteza e como as ações da estatal podem ser impactadas
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

As ações da Petrobras (PETR4) operam em queda de 4,38% mesmo com o avanço do preço do petróleo. Durante participação na programação da BM&C News, o investidor profissional, Andy Kawamoto, disse que, quando o preço do barril sobe, os acionistas de Petrobras ficam preocupados.

“Eu, hoje, prefiro surfar nessa alta do petróleo via juniors oils [empresas menores de petróleo] do que a própria Petrobras”, afirmou.

O especialista comentou também sobre a fala do ex-presidente Lula no México e destacou como negativo, pois tem uma perspectiva de que não é para investir em empresas estatais brasileiras, porque eles vão retomar os negócios e dar para o povo.

“Olhando pela perspectiva da empresa nesse cenário, é uma faca de dois gumes para ela. Eu acho que em algum momento esse fundo estabilizador tem que sair e pode até ser que a gente veja dividendos extras”, avaliou.

Além disso, Kawamoto avaliou o cenário eleitoral de incerteza e como as ações da estatal podem ser impactadas.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas