Usina Nuclear: “Rússia está tentando demonstrar que ainda tem poder e influência”, afirma engenheiro

Na avaliação de Gerardo, não sentido para um exercito agressor causar danos a uma usina nuclear porque esses danos alcançariam também a Rússia

Autoridades da Ucrânia afirmaram nesta sexta-feira (4) que forças russas assumiram o controle da maior usina nuclear da Europa, a Zaporizhzhia, em Energodar. Um incêndio havia atingido o local após bombardeios russos, mas já foi controlado. Três militares ucranianos morreram e dois ficaram feridos. Não foram registrados vazamento de radiação no local.

Para Gerardo Portela, engenheiro e operador nuclear, a Rússia perdeu um pouco do protagonismo no cenário internacional e agora está tentando demonstrar que ainda tem poder e influência.

“No meu entendimento, é uma demonstração de força com o objetivo de ver que a Rússia tem poder sim para causar um novo acidente nuclear, uma liberação que possa atingir a Europa”, disse à BM&C News.

Na avaliação do engenheiro, não sentido para um exercito agressor causar danos a uma usina nuclear, porque esses danos alcançariam também a Rússia, a Europa, o próprio exercito em combate, além do local ficar inabitável.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas