Ibovespa cai após início de conflito entre Rússia e Ucrânia

O principal índice da B3 recua 2,30% aos 109.432 pontos

O Ibovespa opera em queda nesta quinta-feira (24), após o início dos ataques da Rússia contra a Ucrânia.

Às 15h24, o principal índice da B3 tinha queda de 2,30% aos 109.432 pontos.

A Rússia atacou a Ucrânia com bombardeios contra alvos militares em Kiev, Kharkiv e outras cidades no centro e no leste.

O Ministério da Defesa russo garante ter destruído a capacidade de defesa antiaérea da Ucrânia, bem como parte de seus jatos na operação e negou que seus militares estivessem realizando ataques contra cidades ucranianas.

“Armas de alta precisão estão tornando inoperantes a infraestrutura militar do Exército ucraniano, sistemas de defesa aérea, pistas e jatos das forças aéreas”, disse a pasta.

Os ucranianos dizem ter derrubados cinco caças russos e um helicóptero durante os bombardeios, o que Moscou negou.

O conflito levou a uma forte alta nos preços do petróleo, que alcançou a marca de US$ 100 pela primeira vez desde meados de 2014.

O petróleo tipo Brent opera em alta de 8,03%, a US$ 101,59 o barril, enquanto o WTI dispara 8,17%, a US$ 99,57 o barril.

No campo corporativo, a Petrobras (PETR3;PETR4) divulgou seus números do quarto trimestre, no última quarta-feira, com lucro líquido de R$ 31,5 bilhões, queda de 47,4% quando comparado com o mesmo período de 2020.

No ano, a companhia teve lucro de R$ 106,6 bilhões, aumento de 1400% na comparação anual. 

O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado somou R$ 62,9 bilhões no 4T21, crescimento de 33,8% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. 

Com Estadão Conteúdo

Compartilhe:

Matérias relacionadas