Conflito Rússia e Ucrânia faz preço do petróleo chegar a US$ 100 pela 1ª vez em oito anos

Às 9h, o petróleo tipo Brent opera em alta de 8,03%, a US$ 101,59 o barril, enquanto o WTI dispara 8,17%, a US$ 99,57 o barril

O conflito geopolítico entre Rússia e Ucrânia levou a uma forte alta nos preços do petróleo. Após a declaração de uma ação militar pelo presidente russo Vladimir Putin para a região de Donbass, a commodity alcançou a marca de US$ 100 pela primeira vez desde meados de 2014.

Às 9h, o petróleo tipo Brent opera em alta de 8,03%, a US$ 101,59 o barril, enquanto o WTI dispara 8,17%, a US$ 99,57 o barril.

A INVASÃO*

A Rússia atacou a Ucrânia nesta quinta-feira, 24, com bombardeios contra alvos militares em Kiev, Kharkiv e outras cidades no centro e no leste depois de o presidente Vladimir Putin ter autorizado uma operação militar nos enclaves separatistas do leste do país, segundo o ministério da Defesa da Rússia.

O governo ucraniano fala em oito mortos pelo bombardeio russo. Foram registradas explosões ainda nas cidades portuárias de Kiev e Mariupol. No começo da manhã, no horário local, sirenes antiaéreas soaram nas cidades de Kiev e Lviv, numa cena rara na Europa desde o fim da 2ª Guerra.

*Com Estadão Conteúdo

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas