“A sanção que poderia deixar a ‘Rússia de joelhos’ não foi imposta por Biden”, diz André Machado

O professor afirmou que que se a Rússia fosse de fato retirada do swift, seria um grande caos.

Para o professor e cofundador de Projeto 10%, André Machado, entre as sanções que Joe Biden poderia anunciar nesta terça-feira (23), a mais importante e mais impactante, no seu ponto de vista, não foi imposta. 

“A sanção mais pesada que realmente deixaria a Rússia de joelhos, seria tirá-la do swift”, disse Machado em participação no BM&C News. O swift é uma rede de segurança avançada que conecta globalmente instituições financeiras.

Se isso fosse feito, a Rússia não conseguiria negociar mais com nenhum país, com exceção da China, explicou o professor. “A visita de Putin na China foi mais que uma aliança geopolítica, eles deixaram claro que é uma aliança para tudo e sem limites”.

Machado destacou que a China se comprometeu a comprar bilhões de metros cúbicos de gás e 10 bilhões de toneladas da Rússia. “Com todo esse fornecimento, para receber todo esse fluxo de dólares, é através do swift”.

Por fim, o professor disse que se a Rússia fosse de fato retirada do swift, seria um grande caos. “Isso é muito pior que as demais sanções impostas, talvez estejam guardando na manga”.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas