Putin diz que a melhor solução seria a Ucrânia desistir da Otan

Além disso, o presidente russo disse que está contente com a independência pacífica das Repúblicas de Donetsk e Luhansk
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou, nesta terça-feira (22), que a melhor alternativa para acabar com a crise seria a Ucrânia desistir de se unir à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). 

“A melhor solução para essa questão seria que as autoridades atualmente no poder em Kiev desistissem de ingressar na Otan por conta própria e se mantivessem na neutralidade”, disse Putin. 

Além disso, o presidente russo disse que está contente com a independência pacífica das Repúblicas de Donetsk e Luhansk. 

Ele ressaltou que todas as controvérsias para completar a independência das duas Repúblicas dependem das negociações com as autoridades de Kiev. 

Putin afirmou ainda que é preciso reconhecer a vontade da população das Repúblicas de se separarem da Ucrânia, inclusive da Crimeia. 

“Ninguém os forçou ou ameaçou a votarem a favor da separação, fizeram isso de forma voluntária, de se unir à Rússia”, disse. 

Sobre uma possível ameaça nuclear em relação à Ucrânia, Putin afirmou que não é difícil para o país vizinho conseguir produzir uma arma nuclear devido a sua tecnologia desde o período da União Soviética. 

“Mesmo se a Ucrânia recebesse armas nucleares de curto alcance, isso representaria uma ameaça estratégica à Rússia”, afirmou o presidente russo.

Putin encerrou destacando que não disse que enviaria tropas russas até as regiões de Donetsk e Luhansk.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas