Ibovespa vira para queda; tensão entre Rússia e Ucrânia segue no radar

O principal índice da B3 tem baixa de 0,30% aos 113.176 pontos

O Ibovespa opera em queda, nesta sexta-feira (18), mas o mercado continua atento e preocupado com as tensões entre a Rússia e a Ucrânia.

Às 16h03, o principal índice da B3 tinha baixa de 0,30% aos 113.176 pontos.

Nos EUA, os índices futuros operam no vermelho. O S&P500 cai 0,65%, o Nasdaq perde 1,22% enquanto o Dow Jones recua 0,46%.

A crise entre Rússia e Ucrânia continua no radar dos investidores.  No final da tarde de ontem, o Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, propôs uma reunião com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, para falar sobre o iminente conflito na região e tentar propor soluções.

Nesta sexta, a Rússia anunciou que suas forças estratégicas conduzirão amplos exercícios militares. O Ministério de Defesa russo disse que o presidente Vladimir Putin irá pessoalmente supervisionar os exercícios, que acontecerão neste sábado e envolverão lançamentos de mísseis balísticos intercontinentais e de cruzeiro.

O dia conta com poucos indicadores econômicos. Na Europa, as vendas no varejo do Reino Unido tiveram expansão de 1,9% em janeiro ante dezembro, segundo dados publicados pelo Escritório Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla em inglês) do país.

O resultado ficou ligeiramente abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam avanço mensal de 2% em janeiro. 

No campo corporativo, a Cielo (CIEL3) divulgou fato relevante nesta sexta-feira informando que sua subsidiária integral Cielo USA Inc. assinou o contrato para a venda da totalidade das ações da Merchant E-Solutions Inc. para Sam I Acquisition Corp., uma subsidiária da Integrum Holdings L.P. O valor total da transação será de até US$ 290 milhões.

As ações da Cielo disparam nesta sexta, com alta de 10,71 a R$ 2,79.

Com Estadão Conteúdo

Compartilhe:

Matérias relacionadas