Produção industrial da zona do euro cresce mais do que o esperado em dezembro

A Eurostat informou que o aumento mensal foi liderado pela alta de 2,6% na produção de bens de capital, o que ajudou a compensar o declínio em bens de consumo duráveis e energia

A produção industrial da zona do euro foi muito melhor do que o esperado em dezembro, mostraram dados nesta quarta-feira, encerrando 2021 com força apesar das restrições devido à variante Ômicron do coronavírus.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou que a produção industrial nos 19 países que usam o euro aumentou 1,2% em dezembro sobre o mês anterior, crescendo 1,6% na base anual.

Economistas consultados pela Reuters esperavam alta mensal de 0,3% e queda anual de 0,5%.

A Eurostat informou que o aumento mensal foi liderado pela alta de 2,6% na produção de bens de capital, o que ajudou a compensar o declínio em bens de consumo duráveis e energia.

Mas, em termos anuais, a fabricação de bens de consumo duráveis mostrou forte aumento de 2,7%, atrás apenas do salto de 7,7% na produção de bens não duráveis. Já bens de capital tiveram queda de 1,0%.

Compartilhe:

Matérias relacionadas