Destaques da Bolsa: Ações da Eletrobras (ELET3;ELET6) fecham em alta de 6%

Confira os destaques desta terça-feira (15)

O Ibovespa em alta, nesta terça-feira (15), após a Rússia anunciar que algumas de suas unidades militares próximas à Ucrânia estão retornando às bases.

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em alta de 0,82%, cotado a 114.828,18 pontos.

Entre os destaques positivos, os papéis da Eletrobras (ELET3;ELET6) registraram alta de mais de 6%, após o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovar a primeira etapa da privatização da companhia. 

Banco do Brasil (BBAS3) subiu 4,74%, após divulgar o balanço do 4º trimestre de 2021, nesta segunda-feira (14). Itaúsa (ITSA4), que também divulgou os resultados, avançou 1,24%. 

Diante da queda do petróleo, por causa da indicação de alívio nas tensões entre Rússia e Ucrânia, 3R Petroleum (RRRP3) teve baixa de 4,74%, PetroRio (PRIO3) caiu 2,83% e as ações da Petrobras (PETR3;PETR4) recuaram 2,07% e 1,58%, respectivamente. 

Vale (VALE3) também caiu 2,97%, CSN (CSNA3) -4,83%, Gerdau (GGBR4) -0,40%, Metalúrgica Gerdau (GOAU4) -0,87% e Usiminas (USIM5) -0,57%. O minério de ferro na China registrou forte queda. 

Confira os destaques desta terça-feira: 

Eletrobras (ELET3;ELET6)

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou a primeira etapa da privatização da Eletrobras (ELET3;ELET6), nesta terça-feira (15), nos moldes desejados pelo governo. Foi analisado o valor de outorga, ou seja, a quantia que os compradores devem pagar para adquirir a companhia. 

O resultado da votação foi de 6 votos a 1, com apenas o ministro Vital do Rêgo votando contra. A previsão do governo é realizar a operação até maio deste ano.

Banco do Brasil (BBAS3) 

O Banco do Brasil (BBSA3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 5,9 bilhões no quarto trimestre de 2021, crescimento de 60,5% em relação ao mesmo período de 2020. 

Já em 2021, o lucro do banco alcançou R$ 21 bilhões, crescimento anual de 51,4%. 

“Enquanto a carteira de crédito ampliada atingiu R$ 874,9 bilhões em 2021, aumento de 17,8% na comparação com o ano anterior. 

Além disso, o Banco do Brasil anunciou o pagamento de R$ 2,3 bilhões em dividendos e juros sobre o capital próprio. 

O valor de R$ 1,015 bilhão será destinado para o pagamento de dividendos, sendo o valor por ação de R$ 0,35582259981. 

O valor para o juros sobre capital próprio será de R$ 1,2 bilhão, com o valor por ação de R$ 0,45420558916. 

Os papéis do banco serão negociados como “ex” a partir de 03 de março. O pagamento será realizado no dia 11 de março. 

Itaúsa (ITSA4) 

O lucro Itaúsa teve forte alta no quarto trimestre, uma vez que os ganhos do Itaú Unibanco foram desta vez acompanhados por melhora em todas as linhas de negócios da holding, incluindo os ligados a varejo e à indústria.

O conglomerado informou nesta segunda-feira que seu lucro recorrente de outubro a dezembro somou 4,185 bilhões de reais, aumento de 53,2% sobre um ano antes.

O Itaú Unibanco já havia anunciado na semana passada um aumento de 32,9% no lucro do período, ano a ano, para 7,159 bilhões de reais, acima das previsões de analistas.

Além disso, a XP, na qual a Itaúsa tem participação relevante, reportou um salto de 51% no lucro ajustado do quarto trimestre.

Mas o resultado da holding desta vez foi turbinado por evolução ainda maior do lucro das empresas não financeiras, como a fabricante de calçados Alpargatas e a fabricante de paineis de madeira, revestimentos e louças sanitárias Dexco.

Raízen (RAIZ4) 

A Raízen divulgou os resultados do terceiro trimestre do ano-safra 2021/2022, onde registrou lucro líquido de R$ 1,42 bilhão no período de outubro a dezembro de 2021, cifra 217,6% superior, ou de 3,17 vezes ao reportado em igual etapa do ciclo passado.

A receita líquida da companhia foi de R$ 55,3 bilhões, mais do que o dobro dos R$ 25,0 bilhões reportados um ano antes, mostrando uma alta de quase 50% no comparativo anual.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado totalizou recorde de R$ 3,36 bilhões, o que represente uma alta de 5,6% ano a ano.

Engie (EGIE3) 

A Engie Brasil reportou lucro líquido de R$ 78 milhões no quarto trimestre de 2021, queda de 92,4% na comparação com o mesmo período de 2020. Já o lucro líquido ajustado ficou em R$ 808 milhões, baixa de 26,2% na comparação anual. 

A receita operacional líquida ficou em R$ 2,7 bilhões no quarto trimestre. O número representa queda de 26,5% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. 

Enquanto o Ebitda ajustado foi de R$ 2,2 bilhões, desvalorização de 5,8% ante o quarto trimestre de 2020. 

A Engie também anunciou o pagamento de R$ 638,6 milhões em dividendos intermediários, sendo o valor por ação de R$ 0,7827524080.

As ações da companhia serão negociadas como “ex-dividendos” a partir de 25 de fevereiro de 2022. O pagamento ocorrerá em 17 de março. 

A empresa informou ainda que os R$ 60 milhões (R$ 0,0735359237 por ação) em juros sobre o capital próprio, divulgados em dezembro do ano passado, também serão pagos no dia 17 de março. 

Com Reuters e Estadão Conteúdo

Compartilhe:

Matérias relacionadas