Berkshire Hathaway, de Warren Buffet, compra US$1 bi em ações da Activision

Negócio foi antes da Microsoft concordar em comprar a editora de videogames por US$ 68 bilhões
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

A Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, comprou cerca de US$ 1 bilhão em ações da Activision Blizzard no quarto trimestre, de acordo com um documento regulatório, antes da Microsoft concordar em comprar a editora de videogames por US$ 68,7 bilhões.

De acordo com informações da CNBC, a companhia possui 14,66 milhões de ações avaliadas em US$ 975 milhões no final de 2021, mostra o documento. A Microsoft anunciou sua intenção de adquirir a Activision Blizzard em meados de janeiro por US$ 95 por ação, elevando as ações em 25% para mais de US$ 82, embora desde então tenha caído um pouco.

Seria o maior negócio já feito por uma empresa de tecnologia dos EUA. Buffett está prestes a obter um lucro considerável se o negócio for fechado.

As ações chegaram a US$ 56,40 no quarto trimestre, depois que o Departamento de Emprego Justo e Habitação da Califórnia entrou com uma ação alegando que a Activision e suas subsidiárias promoviam uma cultura sexista e pagavam menos às mulheres do que aos homens.

A Activision também disse em novembro que estava adiando os lançamentos de Diablo IV e Overwatch 2. E foi atingida com críticas decepcionantes de seu novo jogo Call of Duty: Vanguard, lançado no mesmo mês.

Bill Gates, cofundador e ex-CEO da Microsoft, deixou os conselhos da Berkshire e da Microsoft em 2020. Gates é amigo de longa data de Warren Buffett, presidente e CEO da Berkshire Hathaway. Eles ocupam o quarto e sexto lugar, respectivamente, entre as pessoas mais ricas do mundo, segundo a Forbes.

(Com informações da CNBC)

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas