Ibovespa sobe, mas mercado segue atento à tensão na Ucrânia

O principal índice da B3 tem alta de 0,12% aos 113.707 pontos

O Ibovespa opera em alta nesta segunda-feira (14), com o mercado atento aos desdobramentos da crise geopolítica entre Rússia e Ucrânia.

Às 12h34, o principal índice da B3 tinha alta de 0,12% aos 113.707 pontos.

Nos EUA, os índices operam no vermelho. O S&P500 recua 0,67%, o Nasdaq cai 0,16% enquanto o Dow Jones tem queda de 1%.

Nesta segunda, os ministros das Finanças do G7, grupo de grandes economias ocidentais, alertaram a Rússia sobre consequências econômicas “enormes” se o país decidir invadir a Ucrânia.

“O aumento contínuo das forças armadas russas nas fronteiras com a Ucrânia é motivo de grande preocupação. Nós, os ministros das Finanças do G7, destacamos nossa prontidão para agir rápida e decisivamente para apoiar a economia ucraniana”, escreveram em comunicado conjunto.

No cenário doméstico, o mercado elevou a perspectiva para a taxa básica de juros ao final deste ano, depois de o Banco Central ter deixado em aberto o rumo da Selic e em meio à pressão inflacionária, ao mesmo tempo em que voltou a aumentar a projeção para a alta dos preços.

A pesquisa Focus divulgada pelo BC nesta segunda-feira mostrou que os economistas consultados passaram a calcular a Selic agora a 12,25% no fim de 2022, contra taxa de 11,75% prevista na semana anterior. Para 2023 segue estimativa de Selic a 8,0%.

O Focus apontou ainda que a expectativa para a alta do IPCA este ano aumentou em 0,06 ponto percentual, indo a 5,5%, enquanto, para o ano que vem, segue em 3,5%.

O centro da meta oficial para a inflação em 2022 é de 3,5% e para 2023 é de 3,25%, sempre com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

No campo corporativo, a Oi (OIBR3)  anunciou nesta segunda-feira  que tornou efetivo o seu cancelamento na U.S Securities and Exchange Commission (SEC), que corresponde a Comissão de Valores Mobiliários nos Estados Unidos.

Com isso, os American Depositary Receipts (ADRs) da empresa, negociados sob os códigos OIBZQ e OIBRQ, foram retirados da bolsa de Nova York, como havia sido anunciado previamente em outubro de 2021.

Com Reuters

Compartilhe:

Matérias relacionadas