Reservas internacionais da China têm queda inesperada em janeiro, a US$ 3,222 tri

O resultado surpreendeu analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam estabilidade do montante de reservas em US$ 3,25 trilhões

As reservas internacionais da China diminuíram em janeiro em meio a uma queda nos preços de ativos globais, segundo dados publicados nesta segunda-feira, 7, pelo PBoC, como é conhecido o banco central chinês.

No fim de janeiro, as reservas da segunda maior economia do mundo totalizavam US$ 3,222 trilhões, representando baixa de US$ 28,5 bilhões em relação a dezembro.

O resultado surpreendeu analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam estabilidade do montante de reservas em US$ 3,25 trilhões.

Compartilhe:

Matérias relacionadas