Ibovespa recua neste início de semana

O principal índice da B3 registra baixa de 0,14% aos 112.088 pontos.

O Ibovespa opera próximo à estabilidade nesta segunda-feira (7), enquanto os índices futuros dos Estados Unidos operam mistos.

Às 17h45, o principal índice da B3 registrava baixa de 0,14% aos 112.088 pontos.

Nos EUA, o S&P500 opera cai 0,35%, o Nasdaq desvaloriza 0,26% enquanto o Dow Jones sobe 0,02%.

Entre as notícias mais importantes do cenário doméstico, o mercado voltou a elevar a perspectiva para a inflação este ano, mostrou a pesquisa Focus divulgada pelo Banco Central nesta segunda-feira.

A mediana das projeções dos economistas consultados pelo BC é de uma alta do IPCA de 5,44% este ano, de 5,38% na semana anterior, resultado que superaria o teto da meta de inflação do país.

Ainda no Brasil, o Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) caiu 5,3 pontos na passagem de dezembro de 2021 para janeiro, para 76,5 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Este é o menor nível do índice desde agosto de 2020, quando, ainda no início da retomada da economia após o fundo do poço dos primeiros meses da pandemia, ficou em 74,8 pontos. Em médias móveis trimestrais, o IAEmp recuou 3,6 pontos.

No campo corporativo, a BB Seguridade, holding de seguros do Banco do Brasil, encerrou o quarto trimestre de 2021 com lucro líquido ajustado de R$ 1,226 bilhão, alta de 33,8% em relação ao mesmo período de 2020 e de 25,7% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Outra notícia sobre o mercado corporativo ficou no foco dos investidores pela manhã. O Ministério Público Federal se manifestou contrário à autorização do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para a venda dos ativos móveis Oi para as rivais TIM, Vivo e Claro por “violações à concorrência”.

O representante do MPF no Cade, Waldir Alves, também quer que o conselho apure se houve “conduta concertada entre as concorrentes e eventuais práticas exclusionárias”, o que poderia levar à nulidade da operação.

Com Reuters e Estadão Conteúdo

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas