Destaques da Bolsa: Ação da BB Seguridade (BBSE3) avança após balanço do 4T21

Confira os destaques desta segunda-feira (7)

O Ibovespa opera em queda, nesta segunda-feira (7), na contramão do exterior. 

Às 12h55, o Ibovespa caía 0,03%, cotado a 112.215 pontos.

Vale (VALE3) sobe 1,84%, CSN (CSNA3) +2,18%, e Usiminas (USIM5) +3,74%, após os contratos futuros do aço e do minério de ferro negociados na China saltarem na volta das negociações no país após o feriado do Ano Novo Lunar.

BB Seguridade (BBSE3) também tem alta de 4,86%, depois de divulgar os resultados do quarto trimestre de 2021. 

Com a queda do petróleo, as ações da Petrobras (PETR3;PETR4) recuam 0,17% e 0,09%, respectivamente. 

Hapvida (HAPV3) cai 5,71% e NotreDame Intermédica (GNDI3) tem queda de 6%. 

Confira os destaques desta segunda-feira: 

BB Seguridade (BBSE3) 

A BB Seguridade reportou nesta segunda-feira um lucro líquido de 1,226 bilhão de reais no quarto trimestre de 2021, alta de 33,8% na comparação anual e melhor resultado trimestral desde sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), impulsionada por um forte desempenho da Brasilprev.

O lucro líquido veio acima da estimativa média de analistas compilados pela Refinitiv Eikon, que esperavam um resultado de 1,13 bilhão de reais.

A companhia também divulgou previsões para 2022, indicando que espera que o resultado operacional não decorrente de juros cresça de 12% a 17% no ano completo, enquanto os prêmios emitidos pela Brasilseg foram projetados em alta de 10% a 15% e as reservas de previdência da Brasilprev avançando de 9% a 13%.

Hapvida (HAPV3) 

A operadora de saúde Hapvida disse nesta segunda-feira que a aquisição da rival NotreDame Intermédica deve adicionar 1,38 bilhão de reais ao seu Ebitda até 2024.

A Hapvida disse que do valor total de sinergias, 800 milhões de reais devem vir de receita comercial, enquanto a economia de custos, o que inclui sinistros e despesas gerais, deve totalizar 580 milhões de reais.

Os custos para implementar a integração devem ficar em torno de 100 milhões a 150 milhões de reais até 2024, disse a empresa.

As companhias acertaram a incorporação da Intermédica pela Hapvida por cerca de 49 bilhões de reais em janeiro de 2021. O negócio, que deve ser concluído este mês, criará a maior rede de hospitais do país.

Gol (GOLL4) 

A Gol disse nesta segunda-feira que fechou compromissos definitivos para uma parceria com a American Airlines, que envolve um investimento de 200 milhões de dólares da companhia aérea norte-americana na empresa brasileira.

A parceria, anunciada em caráter preliminar em setembro, envolve uma expansão das relações comerciais entre as empresas, com um acordo de codeshare exclusivo, além da aquisição de uma fatia de 5,2% da Gol pela American Airlines através da emissão de 22,2 milhões de novas ações preferenciais pela Gol.

O fechamento da transação, incluindo a emissão e o pagamento pelas novas ações preferenciais, está sujeito a condições, como a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Vale (VALE3) 

A Vale começou as obras na primeira das cinco barragens previstas para serem eliminadas neste ano, como parte de um amplo programa de descaracterização de suas estruturas mais perigosas iniciado em 2019, após o rompimento mortal de uma unidade em Brumadinho (MG).

A estrutura que começa a ser eliminada nesta segunda-feira é a chamada Dique 4, da barragem Pontal, em Itabira (MG), berço da Vale no país, afirmou à Reuters a mineradora, ao apresentar resultados de seu programa que busca evitar novos rompimentos no futuro.

Em seus planos, a empresa planeja ter eliminado desde 2019 até o fim de 2022 um total de 12 de suas 30 barragens consideradas mais perigosas, alteadas pelo método a montante, quando suas paredes são construídas sobre uma base de resíduos, em vez de em material externo ou em terra firme.

A Vale mantém provisões de cerca de 10 bilhões de reais para o Programa de Descaracterização, conforme demonstrações financeiras de 30 de setembro de 2021.

Com Reuters 

Compartilhe:

Matérias relacionadas