Preços do petróleo atingem novas máximas de 7 anos, têm 7ª semana de alta

O petróleo Brent subiu 2,16 dólares, ou 2,4%, para 93,27 dólares por barril, tendo atingido seu nível mais alto desde outubro de 2014, em 93,70 dólares

Os preços do petróleo subiram para novas máximas de sete anos nesta sexta-feira, estendendo seu rali para uma sétima semana devido a preocupações contínuas sobre interrupções no fornecimento alimentadas pelo clima frio nos EUA e turbulência política contínua entre os principais produtores mundiais.

O petróleo Brent subiu 2,16 dólares, ou 2,4%, para 93,27 dólares por barril, tendo atingido seu nível mais alto desde outubro de 2014, em 93,70 dólares.

O petróleo nos EUA (WTI) encerrou com alta de 2,04 dólares, ou 2,3%, a 92,31 dólares por barril, após ser negociado a 93,17 dólares, o maior nível desde setembro de 2014.

O Brent encerrou a semana com alta de 3,6%, enquanto o WTI registrou alta de 6,3% em seu rali mais longo desde outubro.

A alta do mercado acelerou nos últimos dois dias, com os compradores acumulando contratos de petróleo devido às expectativas de que os fornecedores mundiais continuarão lutando para atender à demanda.

Os números de empregos nos EUA foram surpreendentemente fortes em janeiro, apesar da presença da variante do coronavírus Ômicron.

Os preços do petróleo, que já subiram cerca de 20% até agora este ano, devem ultrapassar 100 dólares por barril devido à forte demanda global, disseram estrategistas de mercado nesta semana.

Alguns, no entanto, veem riscos para o rali. O Citi Research disse que espera que o mercado de petróleo se torne superavitário já no próximo trimestre, freando o rali.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas