IBOV: “Com 110 mil pontos e sinalização de fundo, é o momento de comprar, avalia analista

O especialista disse que há chances de atingir os 113 mil pontos do índice futuro, podendo até chegar aos 14.500 mil pontos

O Ibovespa (IBOV) fechou em queda novamente em um pregão marcado pela volatilidade na última quinta-feira (4). O analista Gustavo Almeida avaliou em gráfico a movimentação do índice da Bolsa e disse que o momento mais tranquilo para compra será quando o ciclo de baixa estiver encerrado.

“Eu me sinto mais confortável se por acaso o mercado for para 110 mil pontos e lá mostrar alguma sinalização que de fato fez um fundo naquela região. A partir daí consigo ter dado suficiente para projetar uma alta”, avaliou durante participação no programa Pre-Market.

Analisando o cenário a partir de 31 de janeiro, Gustavo destacou que a correção realizada foi de 25% do movimento de alta.

“Logo, eu estou mirando que a segunda etapa de queda tem espaço para vir para a região de 50%, depois para a região de 70,7, que é a região dos 109 mil pontos”, pontuou.

Caso perca esse nível de preço, a projeção do analista é que volte para as mínimas. “De fato, a gente teria o entendimento de que essa alta foi de correção baixa que se obteve nos últimos seis meses”, disse.

Já em cenário positivo, o especialista disse que há chances de atingir os 113 mil pontos do índice futuro, podendo até chegar aos 14.500 mil pontos.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas