Está pensando em começar a investir? Confira dicas para não errar

Um ponto importante é saber a finalidade para o qual esse investimento será feito e o prazo

A procura dos brasileiros por investimento cresceu muito nos últimos anos. Os objetivos para essa aplicação são os mais diversos, aliás, investir e ter um bom rendimento é o sonho de muitos. 

Para Luciana Ikedo, assessora de investimentos e sócia no escritório RV4 Investimentos, o primeiro passo para quem quer investir é iniciar agora e com o que você tem. “Muitas vezes percebemos que as pessoas adiam esse desejo esperando o momento certo, mas é importante reforçar que o melhor momento foi há 20 anos e, o segundo melhor momento, é hoje”, afirma. 

A assessora ressalta que não existe um melhor investimento de forma geral, e sim, o melhor para você de acordo com o seu momento e as suas necessidades. O importante é saber a finalidade para o qual esse investimento será feito e o horizonte de tempo. De acordo com ela, é possível identificar quais são os investimentos aderentes ao objetivo e ao prazo. 

“São inúmeros investimentos, que passam desde os mais conservadores, como a renda fixa emitida pelo Tesouro Direto, quanto pelos bancos, até os mais arrojados, como derivativos e investimentos atrelados à bolsa e à variação cambial”, diz Luciana. 

Ela acrescenta ainda que o importante é respeitar o seu perfil de investidor. 

Outra dica da assessora é que o dinheiro destinado aos investimentos deve ser o primeiro a ser retirado da conta assim que a renda mensal é recebida. “Quando esperamos o final do mês, o recurso vai sendo destinado para outras finalidades, por isso, pague-se primeiro”, destaca.

Muitos adiam o momento de investir por achar que não têm uma boa quantia, mas para começar a investir não é necessário ter um valor muito alto. Luciana ressalta que alguns investimentos aceitam o valor inicial de R$ 30, além de algumas ações na Bolsa com valores inferiores. 

“Quanto maior o esforço financeiro, ou seja, quanto maior o valor e quanto melhor for a rentabilidade, menor será o tempo necessário para a constituição de uma reserva financeira interessante. Porém, não é preciso grandes quantias para iniciar e existem investimentos que aceitam o valor inicial de R$ 30,00 e há ações com valores inferiores a estes”, destacou. 

Não é necessário ser um expert no assunto para começar a investir, mas Luciana reforça que é preciso, sim, se dedicar, estudar, buscar fontes confiáveis de informação ou contar com uma assessoria especializada. 

“Investir é algo sério e que pode fazer grande diferença no seu futuro”, afirma. 

Outro ponto é a importância de ter uma reserva de emergência. Segundo a assessora, ter uma reserva de emergência é fundamental para que seja possível passar por situações inesperadas, que certamente acontecerão, e que podem te levar ao endividamento se não estiver preparado. 

Compartilhe:

Matérias relacionadas