Copom: “Expectativa em linha com o mercado de um alta de 1,5%”, avalia economista

O economista destacou que sua expectativa para reunião de março é uma elevação de 1,5%
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

O Comitê de Política Monetária (Copom) anunciará nesta quarta-feira (2), a decisão sobre a taxa básica de juros da economia, a Selic. A expectativa no mercado é praticamente consensual, de uma alta de 1,5 ponto percentual, o que levaria os juros a 10,75% ao ano, um retorno aos dois dígitos após cinco anos.

O economista-chefe da Suno Research, Gustavo Sung, está em linha com a expectativa do mercado, de uma alta de 1,5%, no entanto, afirmou que está conservador para as próximas reuniões do Banco Central.

Em participação ao BM&C Market, o economista destacou que tem dois principais questionamentos para a reunião de hoje, o primeiro é, qual será a sinalização para a próxima reunião em março. “Acredito que venha mais um ponto percentual, mas deixo espaço para 1,5% frente aos discursos do Banco Central desde a última Ata”.

Outro ponto citado pelo economista, é até onde os juros vão chegar em 2022, se o Banco Central vai levar para um patamar mais contracionista ou vai aguardar mais dados e possivelmente reduzir.

Confira a análise completa:

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas