MXRF11: “Impacto é relativamente baixo”, diz Cristian Tetzner sobre indústria de fundos imobiliários

Para o analista, o problema é que o Maxi Renda é um dos fundos com maior número de cotistas
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

O analista de sistemas, Cristian Tetzner, avaliou, nesta terça-feira (1º), os impactos que a decisão da Comissão de Valores Imobiliários (CVM) sobre distribuição de dividendos poderia causar à indústria de fundos imobiliários.

“Se a gente pensar que dos 600 fundos, cogita-se que 30 fundos esteja em situação similar ou potencial do Maxi Renda, o impacto é relativamente baixo”, disse durante participação no programa BM&C Stock.

Para o analista, o problema é que o Maxi Renda é um dos fundos com maior número de cotistas. “Vai ser um exemplo marcante na história dos fundos imobiliários, porque a gente nunca tinha visto um fundo imobiliário de um player tão relevante sendo alvo de um processo administrativo, de uma investigação da autarquia”, avaliou.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas