MXRF11: “Foi uma disputa entre gigantes”, avalia analista

O analista de sistemas destacou que agora a questão de ter ou não lucro continua sendo um motivante na inspeção

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) suspendeu a polêmica decisão tomada a respeito da distribuição de dividendos do fundo imobiliário Maxi Renda FII (MXRF11).

O analista de sistemas, Cristian Tetzner, destacou que é um caso particular do fundo imobiliário MXRF11, que tem como seus principais participantes BTG Pactual e a XP Investimentos. “Foi uma disputa entre gigantes, de um lado a CVM e do outro lado os maiores players do mercado na atualidade”, disse.

Em participação ao BM&C Stock, o analista afirmou que o motivo da justificativa do efeito suspensivo de hoje foi, principalmente, pelo número de cotistas que o MXRF11 tem, para que houvesse uma ponderação em função dos impactos não medidos.

“O processo continua, a questão de ter ou não lucro continua sendo um motivante na inspeção”, finalizou o analista.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas