Ações europeias se recuperam com salto do UBS

O maior banco da Suíça ganhou 8,0% e atingiu um recorde em quatro anos

As ações europeias fecharam em alta nesta terça-feira, recuperando algumas das grandes perdas de janeiro, impulsionadas pelo banco suíço UBS após fortes resultados do quarto trimestre. O índice pan-europeu STOXX 600 avançou 1,28%, a 474,86 pontos, depois de janeiro ter se tornado o pior mês de desempenho desde outubro de 2020, quando as preocupações com o aumento das taxas de juros, pressões inflacionárias e tensões geopolíticas derrubaram o índice em 4%. As ações financeiras subiram 2,1%, impulsionadas pelo UBS depois de o credor registrar seu melhor lucro anual desde a crise financeira global, o que o encorajou a aumentar as recompras de ações e estabelecer metas de lucro mais ambiciosas.

O maior banco da Suíça ganhou 8,0% e atingiu um recorde em quatro anos.

Os papéis de mineração tiveram o melhor desempenho do dia ao subir 3,5%, acompanhando os ganhos nos preços do cobre. As expectativas de mais estímulo na China, grande importadora da commodity, impulsionaram os preços dos metais nas últimas semanas. “Sem um catalisador claro por trás da melhora no sentimento do mercado e nenhuma mudança clara no cenário fundamental, acreditamos que (a recuperação) pode ser devido ao reequilíbrio do portfólio… após um mês muito turbulento”, disse Charalambos Pissouros, chefe de pesquisa no Grupo JFD. Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,96%, a 7.535,78 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,96%, a 15.619,39 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,43%, a 7.099,49 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,53%, a 27.224,89 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,32%, a 8.726,70 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,10%, a 5.625,56 pontos.

Compartilhe:

Matérias relacionadas