Ibovespa sobe com alta das commodities e alívio externo

O principal índice da B3 registra valorização de 1,44% aos 109.567 pontos

O Ibovespa registra alta no início das operações desta quinta-feira (20), na mesma direção dos índices futuros dos Estados Unidos, que sobem à medida que o rendimento dos títulos do tesouro norte-americanos desacelera após uma forte alta recente.

A perspectiva de alta das commodities após corte de juros na China também ajuda a impulsionar os mercados.

Às 16h44, o principal índice da B3 registrava valorização de 1,44% aos 109.567 pontos.

Nos EUA, os índices futuros também operam no azul. O S&P500 sobe 0,39%, o Nasdaq avança 0,63% enquanto o Dow Jones tem alta de 0,37%.

Com uma agenda fraca no país, dados do exterior seguem no radar dos investidores. Na Europa, o CPI (taxa anual de inflação ao consumidor) da zona do euro atingiu a máxima histórica de 5% em dezembro, de acordo com os dados finais divulgados hoje pela Eurostat (agência de estatísticas da União Europeia).

Na China, o Banco do Povo (PBoC, Banco Central chinês) cortou suas taxas de juros de referência (LPRs) para empréstimos de curto e longo prazos, ficando de 3,80% para 3,70%.

A LPR para empréstimos de cinco anos ou mais saiu de 4,65% para 4,60%. Os cortes eram esperados pelo mercado, já que o PBoC reduziu a taxa de médio prazo de 2,95% para 2,85%.

Após o BC da China ter reduzido a taxa de juros, a principal matéria-prima para o setor de siderurgia fechou em alta pelo terceiro dia seguido. Em Qingdao, os contratos futuros do minério de ferro subiram 2,66%, a US$ 134,72 por tonelada, enquanto em Dalian cresceram 1,30%, a US$ 116,97 por tonelada.

Nos EUA, os novos pedidos de seguro-desemprego atingiram 286 mil na semana encerrada em 15 de janeiro. Na semana anterior, o número de pedidos foi de 231 mil, conforme os dados revisados.

Ainda por lá, as companhias aéreas dos Estados Unidos relataram pequenos impactos após o lançamento dos serviços de 5G no país, em meio a uma discussão sobre os efeitos da tecnologia para a aviação. De acordo com a American Airlines, o novo serviço causou um pequeno impacto operacional, incluindo alguns atrasos e quatro cancelamentos.

Já a United Airlines afirmou que a implantação causou pequenas interrupções em alguns aeroportos por conta das restrições relacionadas ao 5G. Além disso, a Southwest Airlines ressaltou inicialmente que os impactos previstos para as operações da empresa eram mínimos.

No campo corporativo, a Gerdau (GGBR4) anunciou nesta quinta-feira um investimento de R$ 200 milhões em uma usina que possui em Sapucaia do Sul, no Rio Grande do Sul. O montante será utilizado para reformar a modernizar a estrutura. Para isso, as atividades da unidade serão interrompidas em fevereiro e devem retornar somente no início de 2023.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas