Ibovespa opera em alta com destaque para varejo e commodities

O principal índice da B3 registra valorização de 1,49% aos 108.258 pontos

O Ibovespa opera em alta nesta quarta-feira (18), na mesma direção dos principais mercados internacionais.

Às 17h07, o principal índice da B3 registrava valorização de 1,49% aos 108.258 pontos.

As ações ligadas ao varejo a às commodities impulsionam o índice. Entre elas, Via (VIIA3) avança 6,13% e Lojas Americanas (LAME4) ganha 9,06%. Já os papeis da Vale (VALE3) sobem 2,53% aos R$ 88,49.

O mercado segue repercutindo os balanços nos EUA. Há pouco, Bank of America reportou um Lucro por ação de US$ 0,82 no quarto trimestre do ano passado (+38,9% em comparação com o 4T20) e Receita líquida de US$ 22,06 bilhões (+9,8% em comparação com o 4T20).

“Nossos resultados do quarto trimestre foram impulsionados por um forte crescimento orgânico, níveis recordes de engajamento digital e uma melhora na economia”, disse o CEO do Bank of America, Brian Moynihan.

Já o Morgan Stanley registrou um lucro por ação diluído de US$ 2,01 no trimestre passado (ante US$ 1,81 do 4T20) e uma receita líquida de US$ 14,52 bilhões (em comparação com US$ 13,59 bilhões no 4T20).

“2021 foi um ano marcante. Nós entregamos receita líquida recorde de US$ 60 bilhões e ROTCE de 20%, com resultados de destaque em cada um de nossos segmentos de negócios […] Temos um modelo de negócios sustentável com escala, flexibilidade de capital, impulso e crescimento”, avaliou James P. Gorman, CEO da instituição financeira.

Entre os indicadores nacionais, o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) acelerou a 1,95% na segunda prévia de janeiro, informou nesta quarta-feira (19) a Fundação Getulio Vargas (FGV). Em dezembro, o IGP-M havia avançado 0,87%.

A maior variação veio pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que avançou a 2,51%. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M), por sua vez, apresentou variação de 0,57% na leitura de janeiro, enquanto o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) teve alta de 0,32% na segunda prévia do primeiro mês de 2022, ante variação de 0,95% na mesma prévia de dezembro.

No campo corporativo, a Enauta (ENAT3) divulgou fato relevante nesta quarta-feira (19) anunciando que assinou com a Petrojarl I Production As. e a Altera Petrojarl I Serviços de Petróleo Ltda. a extensão dos contratos para o sistema de produção antecipada do Campo de Atlanta, localizado na Bacia de Santos.

Os contratos terão duração de mais dois anos, passando o termino para maio de 2025, ante previsão inicial de maio de 2023.

O acordo também prevê a manutenção da unidade, que terá um custo de adequação de US$ 30 milhões. De acordo com a companhia, está prevista a interrupção da produção por 35 dias para realizar as manutenções de equipamentos.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas