EUA: Foco do mercado está nos resultados do 4T21

Resultados devem revelar um crescimento de lucro mais forte para ações economicamente sensíveis em comparação com players de tecnologia
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

A temporada de resultados ganha impulso com grandes empresas financeiras, como Goldman Sachs e Bank of America, reportando junto com Procter & Gamble, Netflix e nomes do setor de transporte. As informações são da CNBC.

O mercado do Tesouro pode ficar mais calmo porque as autoridades do Federal Reserve estão em um período de silêncio antes de sua reunião de dois dias a partir de 25 de janeiro.

O foco do mercado se volta para os lucros do quarto trimestre, que devem revelar um crescimento de lucro mais forte para ações economicamente sensíveis em comparação com players de tecnologia.

Também será um momento em que os investidores terão uma visão de como as empresas estão lidando com a inflação, que subiu 7% em base anualizada durante o último mês de 2021, conforme medido pelo índice de preços ao consumidor.

“A expectativa é de um crescimento de 20% ano a ano. As empresas provavelmente superarão isso… e chegarão a 25% a 30%”, disse Jonathan Golub, estrategista-chefe de ações do Credit Suisse nos EUA.

“Está totalmente distorcido com cerca de 20% do mercado – os setores cíclicos, energia, materiais, industriais, discricionários – juntos com expectativa de crescimento de 95% a 100%”, acrescentou. “Espera-se que todos se saiam melhor do que a tecnologia.”

De acordo com as estimativas de Golub, espera-se que o setor de tecnologia da S&P aumente os lucros em apenas 11%. “Energia, materiais, indústrias, essas empresas da velha economia devem apresentar um crescimento de lucros muito melhor e não apenas agora”, mas nos trimestres subsequentes, disse.

A expectativa é que o setor de materiais cresça 62% nos lucros e 52% no setor industrial. Prevê-se que os lucros de energia aumentem acentuadamente, uma vez que saíram de números negativos no ano passado. Espera-se que o consumo discricionário, menos o varejo na Internet, tenha um crescimento de 33,9% nos lucros, enquanto as finanças, que também são consideradas ações cíclicas, devem ter lucros de apenas 2%.

Veja a agenda desta semana:

Data e empresas
17/01 – Segunda-feira: Mercados fechados para o Dia de Martin Luther King Jr.
18/01 – Terça-feira: Resultados de Goldman Sachs, Charles Schwab, Bank of New York Mellon, Truist Financial, J.B. Hunt Transport, Interactive Brokers.
19/01 – Quarta-feira: Ganhos de Bank of America, Procter & Gamble, UnitedHealth, US Bancorp, Morgan Stanley, Alcoa, United Airlines, Discover Financial, FNB, Fastenal, Citizens Financial, Prologis, State Street, Comerica.
20/01 – Quinta-feira: Resultados Netflix, Travelers, Union Pacific, American Airlines, Baker Hughes, Fifth Third, Intuitive Surgical, Northern Trust, CSX, Regions Financial, PPG Industries.
21/01 – Sexta-feira: Ganhos de Schlumberger, Ally Financial, Huntington Bancshares

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas